Um dia difícil, para o corpo e a mente



Muita gente me chama de louco, outras me chamam de super homem, mas eu sou um ser humano, como qualquer outro.

Meu corpo por exemplo, sente o cansaço, de dias na estrada, sinto algumas dores aqui e ali, minha mente trabalha a uma velocidade impensável, para conseguir cumprir cada demanda apresentada no dia a dia da jornada.

Eu hoje acordei bem cedo,para conseguir correr e andar os 62 kms até Piripiri, levantei com uma fraqueza fora do eixo, algumas dores e uma saudade, indomável tanto do meu filho, como da minha mãe.

Inevitavelmente, corri com um choro constante e interminável, será que o isolamento está me fazendo perder o foco? não, eu prefiro acreditar que é saudade forte mesmo.

Um amigo, lá de Singapura,  disse  esses dias, que eu devo ter muita gente, ao meu lado correndo em um país como o Brasil, mas infelizmente poucos são os atletas que vem correr comigo, tenho recebido uma vez ou outra, a companhia de pessoas que nunca se aventurou em corridas.

Lembro com gratidão, dos atletas Allisson,Jaime Rocha, Robson Omara,Robson Neves,Vannucci,turma do gordo, Jussara,Valdecarlos, Fábio,Dalton, equipe milhas,Mônica Otero, Maria Rita, Divino, equipe do exército jundiaí,Rodrigo Cerqueira, Majo Yesli,Cristina,Faisca,Gildevan,Ester Ribeiro, Francisco, Diana, Play e Leandro. Além das mensagens de muitos amigos que não me deixam baixar a cabeça.



Talvez essa fraqueza seja,por conta da pouca adesão das pessoas na compra de kms, foram vendidos até aqui 1100 kms, a meta é vender 18.250kms para ajudar o graacc.

Quando alguém me chamar de louco,eu sei que estou vivo realizando algo,provocador e estimulante, se me chamarem de super homem, digo que sinto dores e saudades que podem ser a kriptonita dessa minha jornada.

Se houver uma empresa, querendo apoiar o desafio, para eu conseguir manter um ciclista comigo, entre em contato 11 6842 1204.

Próximas capitais por onde vou passar nos próximos 30 dias:  Fortaleza - 21 de fevereiro - Natal 4 de março- 13 de março João Pessoa.

Agradeço os apoios da Crocs e da Tegma por acreditarem no desafio, agradeço a todos os profissionais de fisioterapia e massoterapia, por  me apoiar em suas cidades.

Hoje um dia de chuva  e choro, amanhã dia de sol e sorriso, é assim o dia a dia na estrada, eu tenho aprendido  muito com esse desafio.

Abraços
Carlos Dias
11 6842 1204