" As vezes passamos anos fazendo,realizando e pensamos até em desistir por ser dura a luta, mas temos que seguir pois um dia poderemos dizer:valeu a pena".
 
 
 
 
 


Assistam o video do programa Vamos Correr da ESPN Brasil, com os melhores momentos da experiência de corrida Skechers e D'elia no CEPE USP.



http://espn.estadao.com.br/video/287550_vamos-correr-experiencia-de-corrida-na-usp


Correndo 24 Horas/2012 – Dias 02 e 03 de Novembro no BarraShoppingSul
Largada às 14horas do dia 02 de novembro
Local: Centro de Eventos do BarraShoppingSul / Porto Alegre/RS

Atletas inscritos para o Individual Masculino
01 – Luciano Prado Dos Santos - São Paulo/SP
02 – Herói Fung -São Paulo/SP
03 – Carlos Dias - São Paulo/SP
04 – Élson de Jesus - São Paulo/SP
05 – Marcio Villar - Rio de Janeiro/RJ
06 – Jorge Cerqueira - Rio de Janeiro/RJ
07 – Francisco R Junior Tito - Porto Alegre/RS
08 - Jaime Maria da Rocha - Caxias do Sul/RS

Atletas inscritos para o Individual Feminino
01 - Tomiko Eguchi Eguchi - São Paulo/SP
02 – Magda Chagas - Porto Alegre/RS
03 – Carla Goulart – Belo Horizonte/MG

Equipes de Revezamento
01 – BASE Academia
02 – Cia Athletica Porto Alegre
03 – Veloz Assessoria
04 – Zoom Assossoria
05 - Espaço Vita Terapias Integradas Novo Hamburgo
06 – Sport Company Bento Gonçalves
Conheça o evento Correndo 24 Horas
 
Prof. Ms. Paulo Ayres (Paulão)
Cel 51-96020055 ou 51-95950505
http://facebook.com/prayreseventos
http://facebook.com/ProfessorPaulao

"As pessoas que realmente querem fazer alguma diferença no  mundo costumam fazê-la, de um modo ou de outro. E percebi algo sobre as pessoas que fazem diferença no mundo: elas mantêm a inabalável convicção de que os indivíduos são extremamente importantes, que toda manifestação da vida é importante. Elas se entusiasmam com um sorriso. Elas estão dispostas a alimentar um estômago, a educar uma mente, a tratar um ferimento.

Elas não estão determinadas a revolucionar o  mundo de uma só vez; satisfazem-se com pequenas mudanças. Com o tempo, as pequenas mudanças se somam. Muitas vezes, elas até transformam cidades e nações e, também, o mundo.

Pessoas que querem fazer diferença ficam frustadas no caminho. Mas se elas passam um dia particularmente estressante, não desistem. Elas seguem em frente. Apesar de suas realizações, a maioria delas é espantosamente normal, e o modo como vivem seu cotidiano pode ser bem mundano.

Elas não ensinam grandes lições que iluminam subitamente comunidades inteiras;ensinam pequenas lições que podem levar uma melhoria incremental a um homem, a uma mulher, a uma criança. Elas não fazem nada para chamar a atenção para si mesmas, simplesmente prestam atenção nas necessidades diárias dos demais, mesmo que sejam apenas as necessidades de uma só pessoa.

Elas provocam mudanças das quais as pessoas não leem a respeito, às quais não aplaudem. E por causa da disposição dessas pessoas que mudam o planeta, elas nunca pensariam em viver suas vidas de outra maneira".

Conheça a surpreendente história de uma jovem da classe média americana que abriu mão de tudo e se tornou mãe adotiva no continente Africano.

Para colaborar com a ong criada por Katie  acesse o site www.amazima.org ou o blog de Katie: www.kissesfromkatie.blogspot.com

Fonte: livro  Beijos da Katie

 






"Você pode ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,mas não se esqueça de que sua vida é a maior empresa do mundo. E você pode evitar que ela vá a falência. Há muitas pessoas que precisam, admiram e torcem por você. Gostaria que você sempre se lembrasse de que ser feliz não é ter um céu sem tempestade, caminhos sem acidentes, trabalhos sem fadigas, relacionamentos sem desilusões.
 Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, amor nos desencontros. Ser feliz não é apenas valorizar o sorriso, mas refletir sobre a tristeza. Não é apenas comemorar o sucesso, mas aprender lições nos fracassos. Não é apenas ter júbilo nos aplausos, mas encontrar alegria no anonimato. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história.
 
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um “não”.
 
 É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Ser feliz é deixar viver a criança livre, alegre e simples que mora dentro de cada um de nós. É ter maturidade para falar “eu errei”. É ter ousadia para dizer “me perdoe”. É ter sensibilidade para expressar “eu preciso de você”. É ter capacidade de dizer “eu te amo”. É ter humildade da receptividade.
Desejo que a vida se torne um canteiro de oportunidades para você ser feliz…
E, quando você errar o caminho, recomece.

Pois assim você descobrirá que ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.
Jamais desista de si mesmo.

Jamais desista das pessoas que você ama.
Jamais desista de ser feliz, pois a vida é um espetáculo imperdível, ainda que se apresentem dezenas de fatores a demonstrarem o contrário".
Augusto Cury.
 
 
 
 
 

Hoje me encontrei com um grupo de amigos para falar sobre a importância de fazer um bom planejamento, pequisar o material  para ter ferramentas valiosas para segurança e bem estar na trilha.
 
Quero agradecer o convite da Vera Lúcia P Silva  que é voluntária do Graacc, ao seu marido  Roberto, ao casal  Hilton e  Rose  e a todos participantes do Bate papo.
 
Foi muito bom compartilhar com vocês minha história
 
Obrigado
Carlos Dias

 
 
 
Pegue uma semente forneça água,calor,cuidados e muito amor tenha certeza ela vai se transformar em uma bela árvore cheia de frutos.







A Criança

Levantará o homem o próprio ninho a plena altura,estagiando no topo de gigantescos edifícios de cimento armado…

Escalará o fastígio da ciência,povoando o espaço de ondas múltiplas,incessantemente convertidas em mensagem de som e de cor…

Voará em palácios aéreos,cruzando os céus com a rapidez do raio…

Elevar-se-á sobre torres poderosas,estudando a natureza e o movimento dos astros…

Erguer-se-á,vitorioso,ao cimo da cultura intelectual,especulando sobre a essência do universo…

Entretanto se não descer,repleto de amor,para auxiliar a criança no chão do mundo,debalde esperará por uma humanidade melhor…

Na infância surge,renovado,o germe da excelência,tanto quanto na alvorada recomeça o fulgor de um novo dia.
Hoje eu vivi uma verdadeira experiência de corrida com o Preparador físico José Rubens D'elia toda a sua equipe de profissionais, o time da Skechers Brasil que é a minha patrocinadora  e todos os convidados do evento.
 
 
Quero  agradecer a todos participantes por deixar esse treino realmente marcante, parabenizar a Skechers e ao D'elia pela organziação do evento.
 
E deixo uma dica,respeite seu corpo, busque a saúde através de passos confortáveis, gota a gota até que você tenha um oceano de conquistas.
 
Um forte abraço
Carlos Dias
 
No dia 05 de outubro de 1993 eu começava a experimentar a corrida, só tenho que agradecer tantos momentos inesquecíveis que vivi ao longo desses 19 anos de estrada.
Mais de 60 maratonas,o memomável 89km da Comrades Marathon,a energia dos 250km na  selva amazônica, um desafio em homenagem ao Brasil  de 500km , outro de mil milhas, a épica corrida do Oiapoque ao Chuí, de 9.000km, os 7 desertos mais extremos, a travessia dos EUA de Leste a Oeste o circulo pelo Brasil no desafio passos solidários 18.250 km em 325 dias a  difícil corrida de 103km a seis mil metros de altura  no Nepal o calor da Jordânia e as grandes amizades conquistadas em cada passo, cada lugar visitado.
 
Só tenho a dizer Obrigado ao esporte e que venha  novos desafios .
Entrevista 02/09/2012 10:48


Gandour afirma que será possível uma transformação radical no treinamento de atletas e
monitoramento da saúde de pacientes
Felipe Zmoginski, de
São Paulo - Médico e Ph.D. em Ciências da Computação, o cientista-chefe da divisão de pesquisa e
desenvolvimento da IBM no Brasil, Fábio Gandour, diz que o uso intensivo de chips nas roupas,
mobiliários e até no banheiro vai gerar informações suficientes para que cada pessoa possa monitorar
em detalhes o funcionamento de sua saúde.



Após acompanhar as Olimpíadas de Londres, na Inglaterra, e ver as inovações das delegações
esportivas, Gandour afirma que nos próximos quatro anos será possível ver uma transformação radical
do método de treinamento de atletas de alta performance e monitoramento da saúde de pacientes por
meio do uso de chips no corpo humano.