Currículo







Contato 11 9 7439 4151 email carlosdias12@hotmail.com
Facebook: www.facebook.com/carlos Diasultra
SKYPE:Carlosdias12ultra 
Istagran @carlosdiasultra 

Colabore com meu livro:

CLIQUE AQUI



Carlos Dias,  nasceu em 12 de janeiro de 1973 na cidade de  São Bernardo do Campo (SP). É formado em administração de empresas e pós-graduado em psicologia organizacional - RH. Foi eleito Super Humano pelo programa de tv americano History Channel e tem dois recordes homologados no livro dos recordes brasileiro ( www.rankbrasil.com.br )  é organizador de corridas, clínicas de corrida e palestrante e tem participado de ultra maratonas e desafios ao redor do planeta.


Aos dois anos de idade, perdeu o pai Joaquim José Dias assassinado em um assalto na empresa onde trabalhava como vigia. Sua mãe, Neli Lima Dias que era faxineira e não sabia nem ler e escrever assumiu a educação dos três filhos: Carlos Dias de dois anos, Edinélia Lima Dias de quatro anos e Eliete Lima Dias de seis anos. O sonho de D. Neli era ver os filhos na faculdade.


Dias foi criado e inspirado pela força da mãe e logo começou a superar limites a partir de maratonas e provas de desafio em ambientes extremos. Começou a trabalhar informalmente aos 12 anos vendendo doces em empresas, chegava a andar cerca de 15km por dia para vender todos os doces. Aos 13 anos entrou na mesma empresa que seu pai faleceu e começou a trabalhar com carteira assinada como lavador de peças, depois office-boy, auxiliar de compras, comprador, vendedor, instrutor de cursos de qualificação profissional, gerente de vendas e consultor em treinamentos corporativos.


Sempre praticou esportes, jogou futebol nos campos de terra de São Bernardo do Campo, vôlei, ciclismo e para-quedismo. A corrida virou coisa séria aos 20 anos de idade quando correu sua primeira prova de 10 km na Vila Prudente (São Paulo-SP). Os treinos de Carlos Dias quase sempre eram correr da empresa para o trabalho. No início, corria 18 km da casa para empresa e no período noturno ia para a faculdade.


Completou 106 mataronas e mais de 60 ultramaratonas (provas acima de 42km). Após correr quase todos os estados brasileiros participando de maratonas, Carlos estreou em ultramaratonas correndo a  ultramaratona de 100 km em Cubatão em 1997 e depois seguiu para participar da Comrades Marathon (maratona dos camaradas) na África do Sul, prova de 90 km de montanhas. Nessa prova, tornou-se o  brasileiro na história a completar a prova e mas não ganhou a medalha pois correu em 11h 01 27 seg . mas voltou com a experiência incrível de percorrer as estradas Sul africanas e como prêmio ganhou da empresa em que trabalhava uma viagem para correr a maratona de Nova Iorque (EUA).


Em 1999, correu na Holanda durante 24 horas e ficou com a 4 colocação, na categoria de 24 a 29 anos.  Detalhe tinha somente 4 atletas na categoria.Logo depois, correu no deserto do Arizona (EUA), 432 km em seis dias ficando com a 7 colocação no geral.


No ano de 2000, Carlos decidiu fazer uma homenagem ao aniversário do Brasil correndo 500km do Rio de Janeiro a São Caetano do Sul (São Paulo - SP) em seis dias.


Em 2003, realizou uma parceria com um empresa de telefonia celular e correu mil milhas brasileiras de Porto Seguro a São Bernardo do Campo (SP), sua cidade natal, tornando-se o primeiro brasileiro a correr 1.000 milhas em 22 dias, uma média de 75km por dia. No mesmo ano, correu a maratona da selva amazônica, no total de 250 km, em seis etapas durante sete dias. No total, 16 países participaram e Carlos Dias ficou na 8 colocação no geral.


Em 2004, voltou a correr a maratona da selva e às 24 horas da Holanda.


Em 2005, organizou às 24 horas de São Caetano do Sul reunindo atletas de vários estados brasileiros.


Em 2006, voltou a correr na maratona da selva - Amazônica e organizou uma corrida de seis horas em São Caetano do Sul.


Em 2007, nasceu seu filho Vinícius  o que motivou Carlos a realizar um sonho antigo: o de correr o Brasil de Norte a Sul com as próprias pernas. Correu 9.000km, em 100 dias, um média diária de 90 km, 14 horas por dia, do Oiapoque ao Chuí entrando para o livro dos recordes brasileiro.


Em 2008, completou a BR-135, prova de 217km, em 63horas. Completou a primeira etapa da copa do mundo dos desertos, o deserto de Gobi na China, um percurso de 250km entre montanhas e a 3.000 metros de altitude, ficando na 5 colocação na categoria de 30 a 39 anos. Ao todo, 29 países participaram da competição. Também correu o deserto do Sahara em outubro e  Antártida em novembro.


Em 2009 inicia o ano completando o  deserto do Atacama  em abril e com isso se torna o primeiro sul-americano  a correr os quatro desertos mais extremos do planeta em 10 meses e novamente está com o nome incluso no livro dos recordes brasileiro. Para se ter uma idéia os 4 desertos são superados pela grande maioria dos atletas em 4 ou 8 anos.

No mês de setembro terminou com sucesso o desafio de correr 5.130km em 59 dias, saindo no dia 05 de setembro de Nova Iorque.  no dia da festa Brazílian Day com a energia de 2 milhões de pessoas, juntamente com o ciclista Francisco Antônio da Silva, que o acompanhou de bicicleta, passando por 11 estados, enfrentando o calor, a chuva, a neve, e os ventos fortes, até chegar em São Francisco na Califórnia.


De Setembro 2010 a Agosto de 2011 durante 325 dias,  Carlos Dias  superou  mais um desafio, que foi  o maior de sua carreira correr 18.250 km em 325 dias percorrendo uma média diária de 56 km, para arrecadar fundos ao  Hospital GRAACC, Carlos Dias fez uma homenagem a sua mãe que faleceu no dia 01 de agosto 2010,  ele correu cada km com muita garra e determinação.

Em novembro de 2011 foi para o Nepal correr no lugar mais alto do planeta, ele correu 103 km em 4 dias, acima dos 6000 metros de altura, um teste para o corpo e para a mente de Carlos que voltou com um respeito ainda maior desse lugar incrível no planeta.

No dia 25 de janeiro 2012 Carlos Dias percorreu durante 39 horas os principais pontos turísticos de São Paulo para prestar uma homenagem ao aniversário de São Paulo, comemorar seus 39 anos de vida e arrecadar fundos ao  Hospital GRAACC.

 Em maio de 2012 Carlos Dias  cruzou   o deserto seco e quente  com percurso de 250km em 7 dias do deserto de Wadi Rum na Jordânia, conhecido como vale elevado.  http://www.racingtheplanet.com/

Em 2013 Carlos Dias comemorou com um grande desafio os seus 40 anos de idade e 20 anos de carreira na corrida, percorreu 24 horas em 27 finais de semana seguidos, nas 26 capitais e o Distrito Federal durante 6 meses em prol do combate ao câncer infantil.

Em 2014 correu 12 horas nas 12 cidades sede da copa do mundo em prol do combate ao câncer infantil.

Correu 250 km em 7 dias na Ilha de Madagascar na África.

Para comemorar os 42 anos de idade, e continuar abraçando a causa do câncer infantil, Carlos Dias resolveu correr 42 maratonas (42.195 MT) em 42 dias seguidos. Ele correu em esteira, estradas de terra, praia e rodovia. Correu cada maratona em média de 5 h cada uma perdeu 5 quilos e não teve nenhuma lesão  Manteve o ritmo de 8,5 km por hora e os seus batimentos do coração não passaram dos 160 BPM.
Correu os 250 km mais difíceis da sua vida, superando a distância em altitude  de 4.000 metros, em trilhas incas, subindo e descendo paredões, cruzando rios gelados, trilhas de pedras, areia e lama. Passando em vulcões imponentes no Equador.
Em 2016 percorreu as montanhas, florestas e savanas da Ilha do Sri Lanka 250km em 7 dias.
E percorreu  todas as capitais do Brasil, com o desafio 12 h das capitais .






Principais Provas


1998 - Junho - Comrades Marathon África do Sul - 90km 11h 01 min 27 seg não pegou medalha - http://www.comradesmarathon.com/

1998 - Dezembro - NYC Marathon - 42,195km - http://www.nycmarathon.com/

1999 - Maio -  Apeldoorn Holanda IAU - 24horas - 4 colocado cat.

1999 - Dezembro - Deserto do Arizona (EUA) - 432km - http://www.arizonaroadracers.com/ - 7 colocado

2000 - Abril - Rio de Janeiro a São Paulo - 500km

2001 - Dezembro - Deserto do Arizona (EUA) - 432km - http://www.arizonaroadracers.com/

2002 - Dezembro - Deserto do Arizona (EUA) - 432km - http://www.arizonaroadracers.com/

2003 - Março - 1.000 milhas brasileiras (1.600 km) Porto Seguro (RJ) a São Bernardo do Campo (SP)
2003 - Setembro - Jungle Marathon na floresta amazônica - 250 km - http://www.junglemarathon.com/ - 7 colocado
2004 - Maio -  Apeldoorn Holanda IAU - 24horas - 18 colocado

2004 - Setembro - Jungle Marathon na floresta amazônica - 250 km - http://www.junglemarathon.com/

2004 - Outubro - Ecomotion na Bahia - 500 km - http://www.ecomotion.com.br/

2006 - Setembro - Jungle Marathon na floresta amazônica - 250 km - http://www.junglemarathon.com/

2007 - Maio e Setembro - Desafio Oiapoque ao Chuí - 9.000 km em 100 dias - livro dos recordes - http://www.rankbrasil.com.br/
2008 - Janeiro - BR135 Serra da Mantiqueira -  217 km -  http://www.brazil135.com.br/
2008 - Junho - Gobi March China - 250km -  http://www.racingtheplanet.com/

2008 - Outubro - Saara racing - 250km - http://www.racingtheplanet.com/

2008 - Novembro - Last Desert - 250km - http://www.racingtheplanet.com/


 2009 -Abril Atacama desert - 250km - http://www.racingtheplanet.com/

2009 - Setembro/outubro/novembro 5.100km em 59 dias cruzando correndo de  leste a oeste os EUA .
2010-2011 Desafio passos solidários -volta ao Brasil correndo -18.250km em 325 dias em prol do graacc.
2011- Novembro  Ultramaratona no Nepal 103 km em 4 dias no lugar mais alto do planeta.
2012- 39 horas correndo por uma causa  em São Paulo .
2013 - Percorreu 24 horas nas 26 capitais brasileiras mais o Distrito Federal em prol do combate ao câncer infantil
2014 - Correu 12h nas 12 cidades sedes da copa do mundo mais duas capitais especiais São Luis e Vitória. Correu 250 km na Ilha de Madagascar em 7 dias
2015 Correu 42 maratonas (42.km 195 metros) em 42 dias e correu 250 km na altitude do Equador
2016 Correu 250 km em 7 dias nas Montanhas,florestas, savanas e praias da Ilha do Sri Lanka, Percorre as 26 capitais mais o Distrito Federal o desafio 12h das capitais em prol do combate ao câncer infantil.