A etapa  do Rio de Janeiro, do desafio 12h das capitais, começou  com uma saída  de ônibus de São Paulo na véspera  do desafio. 
Como  os preços  de hotel  no Rio  estavam para europeu, resolvi  pagar  uma noite  somente de estada.
Peguei  o Ônibus  às 23h em São Paulo, mas uma longa parada em Queluz e o trânsito na entrada  do Rio, atrasou  e muito a viagem, ao invés de chegar  às 5h, acabei  desembarcando  às 7h.  Fui ao banhei coloquei  minha roupa de.corrida  e fui de ônibus até  o posto 12 no Leblon. 
A largada  acabou  atrasando  em uma hora,  O amigo  fisioterapeuta e professor de Yoga  Luís Lacerda,  me aguardava com a hidrataçãoe alimentação,  juntamentecom alunos do projeto  Jaqueline Terto, além de alguns corredores  que estavam  inscritos  no desafio.
O dia começou com temperatura  de 28 graus  e ao foi caindo  terminando  com uma garoa  e temperatura  de 22 graus. 
O amigo  Walace  correu  por quatro  horas  comigo  e me relatou  sua alegria  e expectativa  para o nascimento  do seu filho,  momentos  únicos.
Também  encontrei  a atleta Ana e o gaucho Darlan. Eu e o Walace corremos quase junto das atletas  do triatlon olímpico,  quase pois a velocidade  delas é surreal. 
Foram poucos os corredores  que compraram camiseta, mas a missão  foi cumprida. 
Nessa etapa  meu corpo  sentiu  um pouco  o acúmulo  das viagens,  mas segui  devagar e sempre. 
Gratidão ao Luís Lacerda  pelo apoio  logístico,  aos corredores  que compraram  a camiseta  e correram  comigo aos atretas de outros esportes  que pude conhecer  e aos meus patrocinadores.  Movida,  Iridium Labs, Movement Pizzaria Ártico e emg baterias. 


















A etapa de Vitória, começou com a palestra Inteligência na adversidade, onde eu destaquei a importância de criar estratégias mentais para enfrentar ambientes e situações difíceis, como lidar com os nãos e seguir de forma mais assertiva em busca da realização dos objetivos.

E no sábado os atletas e pessoas que normalmente faz sua caminhada na praia e nos parques, se uniram para se movimentar, se integrar para gerar conteúdo sobre corridas e e correr por uma causa importante, que é ajudar o hospital Graacc a combater e vencer o câncer infanto-juvenil .
Muitas pessoas compraram a camiseta e correram por meia hora, outras por uma hora ou até 3 três horas.







E teve três guerreiros que correram comigo as 12 horas , o Élcio que acaba de completar no sul do Brasil um desafio de correr 450 km em 6 dias, o Amilcar e o Lucas.
A camiseta desenvolvida com todo carinho pel equipe Mantle, ficou linda, e todos atletas tiveram orgulho de vestir.Quero agradecer pela força incrível da Roberta, do Pablo e toda equipe da emprea por apostar no meu trabalho.

Agradeço a presença do meu amigo de infância Nilton Cesar e sua família.


Quero agradecer ao Hudson Miranda e equipe da Multiesportiva  por apoiar com toda estrutura de hidratação, alimentação e tenda.







Agradecer a Daniela Paiva do jornal Folha de Vitória, por fazer a comunicação da etapa e indicar um hotel e a cada pessoa que foi apertar minha mão e abraçar a causa junto comigo.
Quero agradecer aos meus patrocinadores Movida locação de carros, Irídium Labs, Pizzaria Ártico, EMG Baterias e Movement.




Para falar da etapa do desafio 12 h das capitais, etapa Salvador, eu vou parafrasear o grande poeta Vinícius de Moraes.
A vida é a arte do encontro, embora tenhamos tantos desencontros em nossa trilha.
No estado onde minha divina e meu divino pai nasceram, tive muitos reencontros e encontros.
Gratidão aos amigos Jane Carvalho, Everaldo, Mucinni, Márcio, Marcelo.
Gratidão aos meus primos Adriana e Mazinho, à minha namorada Vanessa  por vir viver a etapa aqui na Bahia e a cada atleta que correu comigo na orla do Piatan.
Quero agradecer ao apoio em hospedagem ao Mar Brasil Hotel  e Casa de vina.

Gratidão a Triplaforma assessoria esportiva, pelo apoio na logística do dia do desafio.

Gratidão à Bahia por me acolher, sempre com muito carinho.