Carlos Dias chega na Ilha de Florianópolis


Carlos Dias chega a Florianópolis para o Desafio das Capitais
Com patrocínio da Skechers, apoio da Tegma, telex e parceria local com a loja Alquimia do Pé, ultramaratonista correrá durante 24 horas, a cada domingo, pelas 27 capitais brasileiras. 


Terceira etapa acontece 16 de março, em Florianópolis
Para comemorar os 40 anos, recém completos, o ultramaratonista Carlos Dias está com um novo desafio: correr 24 horas, por 27 domingos seguidos, em todas as capitais brasileiras.
Depois de Rio de Janeiro e Porto Alegre, o atleta chega a Florianópolis. A terceira etapa acontece dia 16 de março, a partir das 10h, com largada marcada para a praia dos Ingleses em frente a Loja Alquimia do Pé. A ideia, inédita no Brasil, surgiu após o profissional ter realizado a volta ao redor do país, que teve como objetivo colaborar com o Hospital GRAACC que trabalha no combate ao câncer infantil. “Neste desafio pretendo convidar as pessoas a correr em prol do combate ao câncer infantil”

Ao final serão 3.240 km percorridos com uma média de 120 km por etapa.
Os preparativos
Há oito meses Carlos se prepara fisicamente e psicologicamente para o desafio. A rotina de treinamentos envolve uma média de 30 km de corrida por dia. Os sábados e as segundas-feiras são destinados ao relaxamento, pois aos domingos o ultramaratonista realiza corridas mais longas que podem chegar até 50 km.

Além das corridas, o atleta realiza um trabalho de fortalecimento, equilíbrio e força na clínica do Dr. Joaquim Grava, médico ortopedista graduado pela Faculdade de Medicina da UMC e com larga experiência na preparação física de esportistas. Acompanhado por fisioterapeutas, os exercícios são realizados dentro e fora da piscina.

Além disso, uma vez por semana, realiza sessões com o quiropraxista Thomas Hiroyuki para trabalho de alinhamento das vértebras e quadril. Com a professora de Yoga, Wal Nunes, o foco é a respiração, meditação e consciência corporal.

Segundo Dias, a preparação mental é fundamental para chegar ao final. Além disso, ter uma causa com grande significado ajuda a eliminar as dificuldades, neste caso, ajudar o Hospital GRAACC. “O condicionamento físico para um desafio como este é realizado ao longo da vida do atleta, na qual aprendemos a identificar nossos pontos fracos e potencialidades. Eu venho de provas extremas e a clareza no que preciso fazer é enorme, por isso me dedico ao máximo nos treinos, pois sei que são essenciais”, afirma.

Os acessórios
Para uma maratona como esta, os acessórios são essenciais para os bons resultados.“Estudar e testar tudo o que for necessário para realizar as etapas é fundamental”, ressalta Carlos Dias.Neste quesito estão: calça, camiseta, diversos tipos de tênis, bandana, óculos, frequencímetro, corta vento e GPS.

As roupas são feitas em poliamida e elastano, que mantém a temperatura da musculatura e secam rápido. O atleta também faz uso do frequencímetro. “Este aparelho me deixa mais tranquilo no monitoramento da velocidade e zona de conforto cardíaco durante a corrida”, diz o ultramaratonista.

Os tênis estão entre os itens mais importantes e serão trocados a cada seis horas para evitar males causados pelo esforço repetitivo. Dias conta com o patrocínio da Skechers – marca americana de calçados – que desenvolve tênis para corridas com a aplicação de alta tecnologia.
No início das etapas, a opção do atleta será o Skechers GObionic, tênis minimalista que possibilita o aumento da sensibilidade na hora da corrida com a sensação de estar descalço. A estrutura do tênis diminui as possíveis mudanças de postura e evita a pisada com o calcanhar, que causa lesões de lombar, quadril, joelho e tornozelo. O GObionic tem ultra flexibilidadeque diminui também problemas por torção ao mesmo tempo em que fortalece a musculatura dos pés.

Para o revezamento, Carlos Dias terá à disposição, as linhas GOrun e GOrun ride também da Skechers. O GOrun será a escolha do atleta para o período intermediário. Como o cansaço se torna maior os pés começam a inchar, por isso opto por um modelo com maior nível de densidade de borracha. Já o GOrun ride por ter solado reforçado será utilizado em momentos de exaustão sempre na parte final de cada corrida para garantir maior conforto, pois o ritmo diminui naturalmente.

“Para um desafio como esse você usar um tênis que te faça uma bolha ou uma tendinite por conta de dureza, atrito excessivo faz com que seja impossível completar o proposto. Por isso confio no Skechers. O tênis superou o deserto da Jordânia, serras Bocaína com muita água, além das trilhas e a areia das praias nos meus treinos”.

       As  etapas
O desafio será realizado em pontos importantes de cada capital. As largadas serão sempre às 10 horas da manhã. “Neste tempo terei oportunidade de correr em orla de praia, parques, shoppings, academias, estádios, avenidas importantes, clubes, universidades e até em barcos no amazonas”, comemora Dias.

A cada quatro horas de prova, Dias fará pausas de 20 minutos para sessões de fisioterapia, necessidades fisiológicas e alimentação, que será feita por meio de comida liofilizada. A hidratação será à base de soro e água.
Em todas as fases, o profissional contará com a presença de fisioterapeutas para realizar trabalho de recuperação e prevenção de lesões.
Inscrições:
Corrida
Valor: R$60,00 (kit com camiseta, medalha e certificado de participação)
Colaboração GRAACC
Valor: R$10,00 de cada inscrição será doado ao hospital graacc


Local do desafio em Florianópolis:
Estr  Dom João Becker 354 -Ingleses Rio Vermelho
Florianópolis, SC


  • (48) 3369-3486