Matéria Sportvnews

Por SporTV.com São Paulo
 
Foi praticamente um ano inteiro: 325 dias. Em cada um, uma média de dez horas de corrida percorrendo 56 km. No total, foram 18.250 km, por todo o Brasil. O ultramaratonista Carlos Dias percorreu toda esta distância com uma causa. Através de seu blog, o corredor pedia uma doação de R$ 2 para cada quilômetro. Todo o dinheiro arrecadado foi doado ao Graac (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer).
- As pessoas me perguntam o que eu ganho com isso. Estou ganhando grandes amigos, conhecendo lugares diferentes e fazendo as pessoas se sentirem mais fortalecidas - afirmou Carlos Dias, ao "SporTV News" (assista ao vídeo acima).
A ligação do ultramaratonista com o hospital começou em 2008. O médico Sergio Petrelli, diretor do hospital, acredita que o apoio de Carlos Dias vai além da ajuda financeira:
- É alguém que se interessa por vir aqui, por ajudar, conhecer. É uma representação muito forte de cidadania.
Para cruzar todo o Brasil, Carlos Dias teve apenas uma companheira, de muito peso, que agora o obriga a fazer fisioterapia.
- A minha equipe foi a minha mochila. Eu levava computador, câmera fotográfica, roupa pra chuva, roupa para frio, lanterna - recordou Carlos.
Os momentos mais difíceis foram no Norte do Brasil, onde não havia sempre um teto para se abrigar:
- Foram sete dias dormindo no meio do nada. Em Roraima, as distâncias entre duas cidades era muito grande. Eu amarrava a rede em duas árvores e fingia que estava em um hotel cinco estrelas.
O próximo desafio de Carlos Dias já está marcado. O ultramaratonista pretende percorrer 200 km em meio às montanhas do Himalaia, no Nepal.
FRAM Carlos Dias, ultramaratonista (Foto: Reprodução/SporTV)
Carlos Dias, ultramaratonista, une esporte com solidariedade (Foto: Reprodução/SporTV)