O Antartida chegou

antartica-mapbmpUshuaia na patagonia Argentina é conhecida como cidade do fim do mundo. Chego lá no dia 21 as 3 horas da tarde e no dia 24 de novembro embarco em um navio juntamente com outros 29 atletas rumo a península Antártida.


Foram 15 dias de diferença entre o deserto mais quente do planeta para o mais frio, estou com uma bota especial da Crocs para gelo, óculos da Clic que me protegerá da luz e a roupa com 5 camadas da Skilife. Estou levando comida liofilizada. e muita vontade de completar o terceiro deserto da copa do mundo de desertos.


Será a primeira vez que um brasileiro corre 250km na neve da Antártida, e isso me deixa muito preocupado, pois estarei sendo o parâmetro para quem quiser correr nos próximos anos. Sei que nós brasileiros não temos tradição em prova a baixo dos 60 graus, mas vou fazer o meu melhor para levar as cores verdes e amarelas na imensidão branca da Antártida.



Meu corpo será minha casa e meu transporte na mais difícil prova que eu vou enfrentar até aqui. Confio no treinamento, nas pessoas que colaboraram com meu desenvolvimento como o Herói Fung, meu treinador e a Vanessa Maichin por passar dicas importantes na minha preparação mental.
Mais uma vez no ano estou para viver a emoção de estar em um lugar onde poucos no mundo têm coragem de estar. Quero ser os olhos, as pernas e o coração de cada brasileiro que ficar na torcida pelo sucesso na Antártida.

Fica então o meu convite para que todos entrem no site da prova e enviem mensagens para eu me aquecer e prosseguir nessa conquista.



Tenho que agradecer a equipe da Crocs que estão apostando nessa conquista, minha família, amigos e meu filho.