Viagem Katimandu a Pokhara- Nepal

Hoje acordei as 4:30 hs da manhã, peguei minhas malas,me encontrei com a Monica, tomamos café, e seguimos de taxi super mini, até o local onde o ônibus iria partir.

Uma pequena aventura andar de taxi em Katimandu, a impressão que se tem que haverá um atropelamento, a cada segundo, as buzinas constantes e a poeira ajudam a acreditar, que o trajeto será cheio de sustos, e como de fato o foi.

Chegamos bem ao ônibus,deixamos nossa bagagem com os carregadores, e nos acomodamos,um mundo de pessoas de vários países partiam dessa estação rumo,aos mais variados destinos de aventura, tinha alpinistas,montanhistas,geólogos,antropólogos,caminhantes e nós com nossa fé na nossa montanha Anapurna.

A viagem durou 7 horas, muitas subidas, curvas muito perigosas, nas estradas que iam serpenteando, as montanhas,descobrindo rios,plantações de arroz e de chá.

Mas eu podia relatar somente. a beleza das montanhas e a exuberante natureza, mas o que eu tenho a falar é que hoje fiquei sem estomago pela primeira vez na vida, uma sujeira, que mexe na nossa alma, nos faz esquecer todas as nossas lamentações, na vida, crianças tomando banho no esgoto negro, lixo espalhado por toda parte, o cheiro humano que fica em nossas roupas e narinas, isso muda nossa forma de encarar o mundo, ainda mastigando as cenas, não sei como vou digerilas, mas sei, que é intrigante.

A Monica não ficou, muito bem hoje após a viagem, sentiu enjoos, mas foi dormir, amanhã com certeza ela,irá acordar com toda força.

Meu estomago melhorou,to evitando comer em qualquer lugar, estou um pouco fraco,mas terei agora 2 dias de repouso, para encarar a montanha.

Agora estamos a poucos dias da largada da prova, mais dois dias e a comunicação, será cortada, serão sete dias de busca,quebra de paradigmas e entrega a conquista de um novo sonho.

Pokhara fica em um vale, aos arredores também há muita sujeira, mas aqui na região central é mais tranquilo, peço torçam  por nós.

Quero enviar um abraço ao meu amigo irmão Robson Neves,que não vejo desde o desafio passos solidários, agradecer pela força que ele me deu nos 7 dias que ficou na estrada comigo, as mensagens de todos,um  beijo na minha namorada Mani e no meu filho Vinícius.

Agradeço a Tegma e a Crocs por acreditar no meu trabalho.

Namaste
Carlos Dias