Desafio 12h das capitais Etapa Belo Horizonte concluída

Em Belo Horizonte eu corri na Lagoa da Pampulha, local onde os corredores treinam e fazem algumas competições.
Belo Horizonte é uma das capitais que abriga um dos maiores números de corredores, mas eles não acharam o desafio 12 h das capitais interessante, e muito menos as academias e assessorias de corrida.
Eu tive o meu amigo e atleta Thiago Prates que ficou comigo das 7h até às 10 h da manhã, depois a fisioterapeuta Juliana Godinho, compareceu e comprou duas camisetas e a fisioterapeuta Bárbara Lopes trouxe o almoço feito pela Dona Raquel. 
Depois segui junto com minha mochila, as capivaras e barulho dos carros ao redor da Lagoa.
Corri 59 km mentalizando, como se eu estivesse em algum deserto, para justificar a mochila nas costas, em plena capital do pão de queijo.
Agradeço ao espaço Bem Viver, das fisioterapeutas Juliana e Andréia, por me ajudar a sanar as dores do corpo.

Agradeço o acolhimento dos poucos mas importantíssimos amigos.

Um dia após o desafio realizei a palestra inteligência na adversidade, agradeço ao Felipe da Kiwi Sucos por ceder o espaço para eu compartilhar minha jornada em ambientes extremos. 
A etapa serviu para correr mais concentrado, meditar e aumentar meu fortalecimento mental.
Dia 18 de junho será a vez fa capital Maranhense, São Luis receber o desafio 12h das capitais.