Um olhar além do padrão

Quero iniciar  o ano desejando  a cada um de vocês,um olhar  além do padrão, além do adverso, além da intolerância, além do desrespeito, além  do discurso. 
Quero desejar  para você mais atitude,  mais Abraços, acolhidas e incentivos aos que te rodeiam. 
Quero agradecer  ao amigo  VladimiVirgílio  de Rio Grande que é um ultramaratonista cego, por teR me indicado para ser o guia da   Ana Lúcia Santiago  atleta  da Espanha, que também  é  cega e tinha o sonho de  correr a São silvestre  e conhecer  o Rio de Janeiro. 
A missão foi cumprida  e na verdade  quem me guiou e me fez aprender  a olhar  os detalhes  das ruas, das pessoas  que a nossa visão  bloqueia, foi a Ana.
Nesses dias andando  por tantos  lugares  diferentes  com a Ana Lúcia desenvolvi uma maior sensibilidade  e me coloquei  no seu lugar, e percebi  que as pessoas  que  se dizem com visão,  são mais cegas  do que nunca. 
Foi emocionante ver a Ana sorrir  e chorar  ao completar  a São silvestre, vibrar  com os fogos de Copacabana, dançar  samba,  conhecer meu filho,  meus amigos  de infância, amigos da corrida, dar risadas e falar  que ama o Brasil.  
Gratidão  ao criador  por iluminar minha trilha com momentos  tão  ricos de humanidade.