Capital Intelectual

Uma das coisas que jamais sairá de minha mente, é a grande integração que os atletas tinham nos acampamentos ao longo das etapas dos 4 desertos.


Isso me marcou e agregou valor em minha maneira de visualizar o mundo. Ali convivi com pessoas realmente especiais dotadas de um capital intelectual fantástico, e não importa se o contato foi com um grande atleta como o americano Dean Karnazes ou um médico renomado em todo o mundo, ou pelo contato com as pessoas locais que vivem isoladas  do resto do planeta, mas que tinham uma riqueza cultura gigantesca passando para nós suas crenças, seus rituais e seus sonhos.


Ao longo dos 4 desertos, o mundo ficou pequeno eu passei  a ter contato com pessoas de mais de 30 países diferentes, através dos amigos conquistados no dia a dia . Conheci pessoas de países que jamais imaginaria ter contato como Vietnan, Tibet ,País de Gales entre outros.


O mais incrível é que nos desertos onde eu continuei a correr, os atletas e staffs que conheci nos primeiros desertos me enviavam mensagens de apoio todos os dias. Se alguém me perguntar o que ganhei com os 4 desertos. Eu posso responder com entusiasmo ganhei a riqueza do respeito, do conhecimento  e da amizade conquistada em momentos difíceis.


A amizade que o esporte me proporcionou nem mesmo as pedras de Gobi,ou o calor escaldante do Sahara, o Gelo paralizante da Antártida e o sal do Atacama será capaz de destruir.


Eu vivo o esporte busco grandes desafios pois sei que não importa quão longe ou isolado eu possa estar, terei ou conquistarei grandes amigos.




Reblog this post [with Zemanta]